Alimentos Alcalinos para tornar o organismo mais feliz

Sais minerais são os principais modificadores do pH do nosso organismo, funcionando em nosso corpo como ferramentas para a manutenção da saúde das células, e fazem o trabalho alcalinizando ou acidificando, conforme o organismo mostra necessidade.

Entre os minerais, o cálcio, o zinco, o ferro, o magnésio, o potássio, o sódio e o manganês são bastante alcalinos, atuando como energéticos e neutralizadores do pH, enquanto que o fósforo, o iodo, o cloro, o flúor, o bromo, a sílica e o cobre são acidificantes, aumentando o pH.

Claro que todos são necessários à nossa saúde, mas precisam ser ingeridos com equilíbrio para que o pH seja mais alcalino do que ácido.

O efeito no Organismo

É interessante comentar também que, da mesma maneira que os minerais, os psicólogos e até mesmo profissionais envolvidos com a alimentação e o comportamento, dizem que os sentimentos, a atividade física e a agitação mental também são elementos que servem para alcalinizar ou acidificar o organismo, e isso pode acontecer em segundos.

De acordo com isso, quando estamos estressados, nosso sangue fica mais acidificado, e isso é prejudicial, já que pode provocar mais estresse, instalando-se um circulo vicioso negativo. O organismo acidificado acaba mexendo com os sentimentos e emoções, traduzindo-se em reações também mais ácidas, com manifestações de raiva, ansiedade, críticas, etc.

No lado oposto, quando o organismo está alcalinizado, as frequências, sentimentos e emoções demonstram mais prazer, mostrando compreensão e afetuosidade, criando uma harmonia metabólica com o cérebro.

Para muitos, o estado meditativo é considerado mesmo um alimento com grande potencial alcalino, trazendo o equilíbrio entre corpo e mente e levando ao círculo virtuoso positivo.

Por que comer alimentos alcalinos?

Os alimentos mais alcalinos que encontramos na natureza são as frutas frescas, os legumes e as hortaliças em geral, principalmente quando são provenientes de cultivo orgânico. Devem ser ingeridos preferencialmente crus, quando podem trazer um teor mais elevado de sais minerais e mais vitalidade, fibras e água.

Entre os alimentos alcalinos, o limão pode ser o campeão, possuindo um poder de alcalinizar o sangue praticamente depois de sua ingestão. Embora apresente um sabor ácido, esse ácido praticamente não chega ao estômago, levando seus nutrientes para o sangue e limpando o organismo, reduzindo o pH e mantendo um corpo equilibrado.

O ácido cítrico do limão é transformado, dentro do estômago, em citrato de sódio, que é um sal alcalino, em carbonatos e bicarbonatos alcalinos, começando seu trabalho pelo próprio suco gástrico, onde vai alcalinizar o estômago e amenizar até estados de acidez estomacal.

Os sais alcalinos do limão são considerados como medicamentos perfeitos contra o excesso de viscosidade no sangue, gerando proteção e prevenção contra problema cardiovasculares. Além disso, o limão também fortalece o sistema imunológico, bloqueia os radicais livres e retarda o envelhecimento das células, protegendo contra o câncer.

Em nossa alimentação, o consumo de alimentos alcalinos reduz a acidez no sangue e previne o surgimento de inúmeras doenças. O trabalho é feito com a eliminação de toxinas, principalmente por alimentos como o pepino e o aipo, por exemplo, que são diuréticos.

Alimentos alcalinos também são considerados termogênicos, entre eles a pimenta, o gengibre e o ginseng, que ajudam no processo de emagrecimento, tornando-se uma excelente opção para quem está fazendo dieta para emagrecer.

Importante saber que, para adotar uma dieta mais rica em alimentos alcalinos é preciso consultar um nutricionista ou um médico, que poderá indicar um cardápio com base nas necessidades físicas do seu organismo. Cada organismo tem um metabolismo diferente e uma necessidade específica e não podemos simplesmente nos deixar levar pelas informações que recebemos.

É claro que precisamos de informações, que devemos manter nosso conhecimento sempre em dia e nos inovarmos sempre com relação às descobertas da ciência, principalmente quando o assunto é saúde. Mas, para implantar um novo método, que pode acabar prejudicando o bom funcionamento de nosso metabolismo, precisamos mais do que conhecimento: precisamos de um exame médico, para determinar o que é melhor para o organismo.

Quais são os alimentos alcalinos?

O pH é a medida para determinar a acidez ou alcalinidade de um meio qualquer. Quando o pH é zero, o ambiente é totalmente ácido. Para um pH de 14, o ambiente é totalmente alcalino, e para um pH de 7, o ambiente é neutro.

No organismo humano, os valores de pH mudam de acordo com o órgão. O estômago, por exemplo, precisa ter um pH entre 1,35 e 3,5 para auxiliar na digestão. O sangue, no entanto, deve estar sempre ligeiramente alcalino, com um pH variando entre 7,35 e 7,45.

Para manter o equilíbrio, os alimentos que podem nos ajudar a manter a alcalinidade nos níveis necessários são os seguintes:

Alimentos com alta alcalinidade

Pepino, couve, salsa, coentro, algas marinhas, erva de trigo, cevada, semente de abóbora, sal mineral e adoçante stévia.

Alimentos com alcalinidade moderada

Beterraba, brócolis, rabanete, aipo, tomate, cebola, pimentão, alface, repolho, abacate, pimenta cayena, orégano, gengibre, alho, feijão branco, soja e tomilho.

Os alimentos alcalinos podem ser usados para fazer uma sopa emagrecedora.

Alimentos com menor alcalinidade

Farinha de soja, tofu, ervas aromáticas, lentilha, especiarias, azeite, óleo de abacate, óleo de coco, linhaça, óleo de fígado de bacalhau, coco, limão, quinoa, cenoura, couve-flor, abobrinha, berinjela, nabo, alcachofra, cebolinha, aspargo, repolho, agrião, ervilhas, ginseng.

Veja também:

Para ganhar músculos:

Alimentos ricos em proteínas

Para melhorar nossa saúde:

Alimentos ricos em Vitamina A

Alimentos ricos em vitamina C

15 Alimentos ricos em Antioxidantes

Alimentos ricos em ferro

Para ajudar a emagrecer:

Alimentos Diuréticos

Alimentos ricos em fibras

Alimentos que aceleram o metabolismo

One Response

  1. mineirinho 29 de maio de 2016

Leave a Reply