Dieta Ortomolecular

A dieta ortomolecular tem feito a cabeça e a cintura de diversas pessoas incluindo algumas celebridade.

Há diversas dietas por aí, mas é sempre muito difícil escolher  qual a dieta que você deve seguir, por isso é importante ler artigos explicativos como os do dicas de dietas, hoje vamos falar sobre a dieta ortomolecular.

O Guia Alimentos para Emagrecer!

Coloque seu e-mail e receba gratuitamente o Guia

Nesse artigo você vai ler sobre a proposta da dieta ortomolecular, como ela funciona, celebridades que aprovam essa dieta  e a dieta propriamente dita.

A dieta ortomolecular

Um dos principais objetivos da dieta ortomolecular é desintoxicar o organismo, incluindo na dieta da pessoa tudo que está faltando para o bom funcionamento do corpo. Tudo isso com base nas carências das pessoas que pretendem fazer a dieta ortomolecular, com um ajuste de nutrientes que é a proposta dessa dieta.

Tal mudança na alimentação influência o metabolismo acertando o funcionamento de nosso organismo e assim traz diversos benefícios como a queima de gordura, eliminação de toxinas e uma grande melhora no funcionamento do intestino.

O objetivo final da dieta ortomolecular é através da reeducação alimentar reeducar nosso organismo equilibrando as substâncias de acordo com os alimento ingeridos unidos a suplementos alimentares.

Letícia Spiller aprova a dieta ortomolecularCelebridades aprovam

Várias celebridades são adeptas e aprovam a dieta ortomolelucar, algumas dizem ter pedido até 8kg com a dieta ortomolecular, entre as  celebridades que aderiram a dieta estão Priscila Fantin, Giovanna Antonelli, Samara Fellipo, Juliana Knust, mas talvez a principal defensora da prática é atriz Leticia Spiller.

A atriz já segue a dieta ortomolecular a 5 anos para manter a forma, corrigindo as carências e excessos dos minerais e vitaminas no organismo. Ela também buscou na dieta regularizar os hormônios ovarianos para aliviar o stress.

Além de emagrecer especialistas e adeptos afirmam que a dieta melhora e muito o humor, disposição e benefícios também para as unhas, pele e cabelos. Parece um sonho tantos benefícios em uma só dieta.

dieta ortomolecular
Como funciona a dieta ortomolecular

O primeiro passo na dieta ortomolecular é deixar de lado os produtos industrializados e aquelas escapadinhas para a geladeira a todo momento.

É bom excluir do dia-a-dia os sucos de caixinha, leite de vaca, caldos de carne, manteiga, molhos prontos, margarina, açúcar refinado e adoçante liberado para os diabéticos. Comece a consumir mais frutas, folhas, legumes e chá.

Também é bom aumentar o consumo dos alimentos integrais, funcionais e frescos, dentre os quais têm substâncias para fortalecer o nosso sistema imunológico, isso por que combatem os radicais livres e aceleram nosso metabolismo.

Verduras e frutas

 

Consuma também verduras e frutas cultivadas sem agrotóxicos, por que cultivadas dessa forma preservam os minerais e antixoidantes, entre os quais as vitaminas A, C e E. De preferência aos alimentos orgânicos.

Proteínas

As proteínas mais adequadas para o consumo são aquelas com baixo teor de gordura, os alimentos nesse perfil são peixes, clara de ovo (na melhor das hipóteses ovos caipiras), aves, frango caipira ou resfriado, peixes como salµano, badejo, linguado, truta, anchova e bonito.

A carne vermelha tem de ser magra e resfriada, um bom exemplo é o filé mignon, que oferece aminoácidos que são ótimos para manter a integridade do tecido muscular além de ajuda com funções vitais do organismo.

Carboidratos integrais

De preferência também a carboidratos integrais  para proporcionar energia, entre os carboidratos integrais você pode consumir centeio, arroz enriquecido com cereais, veia, granola,torrada, macarrão e biscoito.

Durante a dieta ortomolecular tem de tomar muita água, que auxilia  todos os mecanismos de nosso corpo.  Para saber a quantidade de água que você deve beber, basta calcular 35ml pra cada quilo de seu peso corpóreo. Consumir água é importante para o trabalho dos rins, do fígado e do pulmão.

Benefícios

O grande benefício da dieta ortomolecular é a saúde geral do nosso corpo adquirindo vitalidade e muita energia. Assim o corpo fica mais magro, a pele e o cabelo ficam mais bonitos e fortes, com a libido intensa e retardando o envelhecimento. Além de um grande melhora na função intestinal.

Evite usar utensílios de alumínio na hora de cozinhar, os resíduos são tóxicos e podem ficar na comida. Por isso use panelas de vidro e antiadrentes. Cozinhe os alimentos no vapor ou me ponto de fervura da água (100ºc), pois mais calor do que isso oxida os alimentos.

Cardápio dieta ortomolecular

Para que a dieta ortomolecular tenha efeito é certo que você deve deixar de lado os produtos industrializados como caldos de carnes e sucos de caixinhas, como falamos anteriormente, sem esquecer de verduras e frutas frescas.

Em jejum

Gelatina hidrolizada em pó e sem sabor batida com mate (sem açúcar nem adoçante). Essa gelatina (à venda em casas de produtos naturais) estimula o organismo a produzir mais colágeno, substância importante para combater a flacidez

 Café da manhã

No café da manhã o corpo precisa energia, portanto é hora de consumir os carboidratos integrais como o pão integral, que pode ser trocado por torrada integral. Em termos de frutas, a papaia pode ser substituída por outras frutas como banana, abacaxi ou melão.

• Papaia com granola e queijo-de-minas em cubos

• Café puro (uma vez ou outra, mistura leite integral)

• Pão integral torrado

• 3 cápsulas manipuladas (de vitamina C, E e óleo de prímula)

Almoço

Já no almoço, boa parte do prato  deve conter arroz integral ou arroz enriquecido com cereais. Legumes cozidos  ou frescos são uma ótima pedida, para finalizar o almoço filé de frango ou de peixe podendo ser feito assado, grelhado ou cozido. Como sobremesa opte por uma fruta.

• Salada de alface, tomate, rúcula e clara de ovo cozida e temperada com sal e azeite extravirgem

• Filé de frango ou peixe assado, cozido ou grelhado (carne vermelha ela só come uma vez por semana)

• Arroz integral (ou batata ou macarrão integral)

• Fruta (ela adora manga, abacaxi ou maçã)

Jantar

No jantar você tem que fazer uma refeição leve e de fácil digestão pelo horário, optar por uma sopa de legumes e legumes cozidos com algum tipo de proteína como frango e peixe. Evite exageros antes de ir dormir.

• Sopa (de alho-poró, abóbora com gengibre e de inhame são suas preferidas – veja as receitas) ou salada de folhas verdes, legumes e atum (ou frango desfiado ou queijo-de-minas)

Por ser uma dieta que prega um estilo de alimentação muito saudável, sem restrições, desde que seja seguida a risca vai trazer ótimos resultados.

Dicas para fazer a dieta ortomolecular:

•            Não cozinhe os vegetais demais

•            Não deixe alimentos por mais de 3 dias na geladeira

•            Varie os alimentos alternando eles no dia-a-dia

•            Pratique atividade física e faça exames regulares

•            Não tomar líquidos durante as refeições e não coma de pressa

A dieta ortomolecular pode ser feita de uma maneira ainda mais eficaz, porém muito cara, pois é necessário passar pela avaliação de médicos, passar por diversos exames e investir pesado em suplementos.

Em média é possível perder 1kg por semana seguindo a dieta a risco. Esse foi o nosso artigo sobre a dieta ortomolecular, com informações sobre essa que é uma das práticas mais saudáveis entre as dietas.

Gostou do artigo? Compartilhe em suas redes sociais. Curta nossa fan page na barra lateral.

Veja também:

Dieta das Proteínas

Dieta Dukan 

Dieta Paleo

Dieta Detox

Dieta da Banana

Dieta Atkins

Leave a Reply