Dieta Ravenna – Cardápio e Como funciona!

Emagrecer não é tarefa fácil para a maioria das pessoas porque é um processo que envolve fechar a boca, fazer exercícios físicos e ter muita determinação para não perder o foco.

Qualquer brigadeirinho que surgir na frente pode ser uma grande tentação para quem quer pegar firme na dieta, afinal, ninguém é de ferro, né?

Mas com tantas opções de dietas a nossa frente, será que existe uma que realmente vale a pena seguir?

O que é a Dieta Ravenna?

Se você estiver realmente decidido a emagrecer e quiser pegar firme em uma dieta que tem mostrado excelentes resultados para quem a segue de acordo, você precisa conhecer a dieta Ravenna.

Há relatos de pessoas que chegaram a perder 45 quilos em 7 meses de dieta! De acordo com a proposta desta dieta que é de baixa caloria, se você seguir todas as regras sem se deixar levar por tentações alimentares, você poderá perder pelo menos 3 quilos logo na primeira semana.

O criador desta dieta é o Dr. Máximo Ravenna, argentino e internacionalmente famoso. A dieta tem se mostrado tão eficaz que ela já tem adeptos pelo mundo todo e, até mesmo no Brasil, existe um Centro Ravenna de atendimento que tem o objetivo de auxiliar seus clientes.

Como a dieta Ravenna funciona?

Esta dieta segue padrões internacionais de saúde e tudo se inicia analisando a saúde da pessoa através de uma série de exames, dentre eles, mede-se as porcentagens de gordura corporal e de massa magra que cada pessoa tem, assim, é possível determinar qual é o peso ideal para aquela pessoa – de acordo com a sua idade, altura e sexo.

Após obter estes dados que são importantes para definir as características corporais e da saúde da pessoa, será montada tanto uma dieta quanto um plano de exercícios físicos que a auxiliarão a perder peso de forma rápida e eficaz.

O objetivo é exatamente este: ajudar cada pessoa a perder peso com uma dieta e exercícios que sejam adaptados à saúde dela – estamos falando de uma dieta personalizada mesmo.

Alimentos proibidos durante a dieta

Embora a dieta seja personalizada, ou seja, seja diferente para cada paciente, há algumas regras que todos os pacientes devem seguir.

Uma delas é a redução radical do consumo de alguns alimentos que podem impedir o emagrecimento rápido, como a farinha branca, os doces e os demais alimentos que tenham carboidratos.

Uma outra regra é que cada pessoa adepta à dieta deverá fazer apenas quatro refeições por dia, sendo elas o café-da-manhã, o almoço, o café-da-tarde e o jantar. Mas será que as pessoas que desejarem aderir à dieta Ravenna devem ter alguma preocupação?

Os contras da dieta Ravenna

Nem tudo são flores e a dieta Ravenna, embora prometa emagrecimento rápido, tem sim alguns “contras”. Um deles é que esta dieta é muito pobre em calorias e se uma pessoa decidir fazê-la sem consultar um médico, como por exemplo o Consultório Ravenna, ela pode estar correndo riscos de saúde.

Comer pouca quantidade de carboidratos e outros alimentos diariamente e ainda praticar intensas atividades físicas que exigem energia para serem realizadas, podem leva-lo a sentir fraqueza, tonturas, dores de cabeça e até a desmaiar.

Se você estiver fazendo a dieta com o auxílio médico, ele poderá ajuda-lo se você tiver estes e outros sintomas.

Um outro fator ruim é que este tipo de dieta, embora promova o emagrecimento rápido, trabalha com a exclusão de alimentos ricos em carboidratos da alimentação diária e retirar os carboidratos da alimentação, emagrece rápido mesmo porque o corpo irá buscar outra fonte de energia para trabalhar.

No caso, são nas gorduras armazenadas. Porém se você retornar a consumir carboidratos normalmente após ter conquistado seu objetivo de emagrecimento, você irá engordar novamente.

Nada melhor do que fazer uma reeducação alimentar para conquistar o emagrecimento definitivo, assim, além de emagrecer aos poucos e da forma correta, você irá aprender a comer e poderá levar essa lição para a vida toda, mantendo o corpo magro.

Contudo, se você optar por fazer a dieta Ravenna, não deixe de consultar seu médico antes, durante e após a dieta, assim você não colocará a sua saúde em risco.

Sugestões de cardápio da dieta Ravenna

Café da manhã e da tarde:

  • Café com leite desnatado e adoçante, omelete de peito de peru e uma fruta;
  • Ou café com leite desnatado e adoçante, um iogurte desnatado e uma fruta;
  • Ou café com leite desnatado e adoçante, 2 fatias de queijo branco e 2 fatias de peito de peru;

Almoço e Janta: 

  • Uma porção de caldo, salada verde (tomate, pepino, alface, agrião, champignon), uma fonte de proteína (carne, frango, peixe, ovo), vegetais (vagem, couve-flor, purê de abóbora, suflê de cenoura) e sobremesa (ameixa, maçã, abacaxi, morango, damasco, goiaba, pêssego fruta ou compota diet/gelatina).
  • 1 prato de caldo de tomate, salada verde, 1 filé de frango com legumes e 1 porção de gelatina light;
  • 1 prato de caldo de abóbora, salada verde, 1 filé de alcatra, cenoura refogada, pêssego em calda light;
  • 1 prato de caldo de cebola, salada verde, abobrinha gratinada com ricota, 1 fruta;

Veja as Top Dietas:

Dieta Paleo

Dieta da Proteína

Dieta  Detox

Dieta dos Pontos

Dieta Dukan

Dieta da Usp

Dieta da Sopa

Agora você já conhece tudo sobre a dieta ravenna! Gostou do artigo? Curta, compartilhe e comente!

Leave a Reply