Melancia Engorda ou Emagrece?

A melancia é uma fruta originária da África e é cultivada em vários estados ao longo do Brasil. Sua polpa contém certa de 90 a 95% de água.

Fonte de minerais – como o potássio, cálcio, zinco e magnésia –, a melancia possui vitaminas A, B e C e é rica em fibras – item básico em qualquer dieta. É caracterizada por não conter gordura saturada e colesterol.

O Guia Alimentos para Emagrecer!

Coloque seu e-mail e receba gratuitamente o Guia

Calorias da Melancia

Por ser praticamente composta de água e por fornecer apenas 30 calorias para o consumo a cada 100 gramas de melancia, essa fruta é uma das mais queridas em dietas.

Benefícios da melancia para a saúde, pode-se citar:

  • Retenção de água: como fonte de água, a melancia auxilia na hidratação do corpo e evita que líquidos fiquem retidos no organismo;
  • Evita problemas renais: ajuda na desintoxicação e ajuda no bom funcionamento dos rins;
  • Reduz a pressão sanguínea: excelente para quem tem hipertensão;
  • Reduz o colesterol ruim (LDL): impede o acúmulo de gordura nos vasos sanguíneos;
  • Impede o diabetes: possui uma quantidade mínima de açúcar e possui em sua composição a substância arginina, esta sendo responsável em melhorar a taxa de insulina; e
  • Ajuda na prevenção do envelhecimento precoce.

Melancia engorda?

Existem alguns mitos e verdades em relação ao consumo de melancia. Mas o principal de tudo é que sim, a melancia pode engordar. Assim como toda comida em excesso. Vamos ver a razão:

melancia-engorda-emagrece

Apesar de sua composição ser “quase” completa só por água, a melancia possui aquelas vitaminas e outras substâncias para o organismo citadas acima. Se for ingerida em grande quantidade pode sim afetar a tentativa de emagrecimento. Por mais que seja pouco 30 calorias em uma fatia, o excesso melancia em sua alimentação e associa-la a outros alimentos pode colaborar com o aumento de peso.

Melancia emagrece?

Vale apontar que consumir um pouco mais de melancia em um único dia não terá consequência no peso, mas todos os dias comer uma quantidade absurda ou apenas fazer uma limitação de dieta baseada em frutas, além de não ser saudável e afetar o organismo, terá efeitos negativos em tentativas de emagrecimento. Por ser rica em fibras a melancia pode ajudar o emagrecimento.

Melancia é rica em fibras

O fato é que ela promove a sensação de saciedade por causa de seu alto teor de fibras e da quantidade de água que dilata o estômago, fazendo aquela sensação de estar “cheio” apareça logo.

Mitos sobre a melancia

Um mito conhecido relacionada a melancia é a proibição de comê-la à noite. Não há problema algum em consumir a fruta durante a noite, porém, seu excesso pode afetar o sistema urinário graças ao seu teor de água. O sono seria afetado pelo aumento das micções e o sono é bastante importante para emagrecer.

Algumas pessoas tendem a achar que a melancia não pode ser misturada com leite. O que tende a ser errôneo, pois atualmente existem os sorvetes e os mousses de melancia. Portanto, não há nenhuma contraindicação na combinação desses alimentos.

Versatilidade e considerações

A melancia é considerada um alimento versátil, pois pode ser consumida em diversas formas. A mais tradicional de todas é fresca e em pedaços, porém ela pode ser congelada para ser consumida como um sorvete, ou até mesmo pode-se fazer um suco, batendo ela em um liquidificador.

Sua própria casca pode ser cozida e as sementes podem ser torradas e ingeridas em lanchinhos saudáveis entra as refeições para quem come de 3 em 3 horas.

Rica em nutrientes e outras substâncias necessárias ao organismo para o dia a dia, a adição de melancia em uma dieta traz ótimos benefícios. Por mais que possa afetar o emagrecimento, a fruta não deve ser cortada de uma dieta.

O correto é ter conhecimento suficiente para saber a quantidade certa de melancia que você deve consumir para não engordar e assim continuar a perder peso durante sua dieta.

Leave a Reply